Como praticar um esporte tão especifico como o kartismo?

    Para quem já treinou de kart, tenho certeza que a primeira vez foi inesquecível. Eu me lembro muito bem, da ansiedade, da adrenalina e o arrepio que me deu na primeira vez que andei em um kart de competição!

    Foi no dia 31-jan-2003, no Kartódromo Aldeia da Serra. Ou seja, esse mês completa 15 anos de um dia que mudou minha vida. Era aniversário do meu irmão, Carlos Escarlate, e por isso – e só por isso – ele experimentou primeiro. Desde então o esporte tomou conta de mim, e hoje estou aqui, tendo o prazer de falar com vocês.

ALDEIA DA SERRA 10 02 07 039Vinicius Escarlate – V11Kart

   A época, o kart era um chassi mini 1999, com carenagem amarela, e número 55, que eu e meu irmão compramos em Interlagos. O motor, era um V4 “nervoso”, motor 2 tempos. Quem nos ajudou foi o Thiago Ventriglio, que vendeu o motor para nós.

   Tinha chovido e a pista estava secando, ainda com algumas poças, e tanto eu como meu irmão conforme fomos acelerando e ganhando confiança, acabamos rodando…eu ainda tive a sorte de dar um 360º e me manter na pista. Bom para ver que ali não dava para brincar. Mas o dia foi sensacional!

   Mas não foi fácil a época, achar um kart para comprar. Eu não tinha noção que existiam pistas para competição de kart. E foi por indicação de um amigo, que já havia praticado o esporte que chegamos até o “brinquedo”. E olha que eu havia andado de kart indoor mais de 20 vezes. Bom, eu moro em Guarulhos, do outro lado do mundo, se comparar com Interlagos.

   Nessa época foi um transtorno. Compramos antes do kart, uma carretinha para carregá-lo. Íamos muito de vez em quando treinar, devido a essa logística toda….Com o tempo achamos uma equipe, a antiga Ton Kart, de Domingos Chiarella. Essa virou a atual V11 Kart em 2006. Aí podíamos deixar o kart no kartódromo, agendar o treino e quando chegávamos na pista já estava tudo prontinho.

   Hoje, para quem quer acelerar, há equipes de kart em todos os kartódromos, e você poderá estabelecer sua frequência de treinos, pode comprar ou alugar karts, e aos poucos vai adquirindo experiência, para poder participar de competições. E para quem pensa que é um esporte muito caro, existem diversos tipos de equipamentos, que tem alta durabilidade por consequência custos mais baixos. As equipes que visam proteger seus clientes conseguem economizar bastante, para que seja viável praticar o kartismo por muito tempo.

   Além disso, existem diversos campeonatos de kart amador, que utilizam os karts dos próprios kartódromos, os famosos indoor ou rental karts. Isso com certeza vai te forçar a melhorar sua pilotagem, ganhar experiência e se divertir bastante. Mas mesmo assim vale a pena experimentar um kart de competição, para sentir o gostinho da velocidade de verdade.

   Abraço a todos!

 

Vinicius Escarlate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s