A arte de fazer curvas no kartismo Parte Final

Principais erros e como aprender os segredos de uma nova pista

Finalmente chegamos ao final da nosso série de dicas sobre como fazer curvas com um kart de competição. Nesta etapa final, separamos os principais erros que a maioria dos pilotos acabam cometendo e como estudar um novo traçado para tirar maior proveito da sua dirigibilidade. Então aproveita o conteúdo, e se você acompanhou todos os outros posts, já pode se considerar um expert no assunto.

PC075073Foto Divulgação: V11Kart

Erros Comuns

Vamos ser francos, todo mundo comete erros, até mesmo pilotos. Na verdade, uma das coisas que transforma um bom piloto em um excelente piloto é sua habilidade para minimizar – e aprender com – seus erros. Alguns pilotos cometem um erro, saem da pista e não aprendem absolutamente nada com isto. Outros pilotos cometem um erro, alteram sua técnica para manter o kart na pista e aprendem que, com um pequeno ajuste fino, esta nova técnica resulta em ser mais rápido.

errosComuns

Um dos segredos para minimizar os efeitos de um erro está aprender a identificar muito cedo quando você o comete, em vez de só se dar conta disto uma fração segundo antes de ter um baita acidente.

Por exemplo, um dos erros mais comuns que qualquer piloto comete é entrar muito cedo em uma curva. Se você se entrar muito cedo em uma curva, isso faz com que o ápice seja muito antecipado. E se o ápice for muito antecipado, uma de duas coisas acontecerá:

• você vai ficar sem espaço na saída da curva, provavelmente fazendo com que você saia da pista; ou
• você vai ter que virar o volante mais bruscamente para evitar sair da pista. Como já vimos, se você reduz o raio de uma curva, você vai ter que reduzir a velocidade. Reduzir a velocidade em uma curva não é algo adequado, não importa quando for, mas é extremamente doloroso na saída de uma curva exatamente quando você deveria estar acelerando para entrar em uma reta.

Obviamente, se tiver que escolher entre uma das duas opções acima, você certamente escolheria a segunda, uma vez que nela, pelo menos, você se mantém na pista. No entanto, o único modo de fazê-lo é reconhecer o fato de que você cometeu o erro o mais rápido possível, bem antes de alcançar o ápice da curva.

Teoricamente, isso não deveria ser muito difícil. Afinal de contas, você sabe – ou pelo menos deveria saber – exatamente onde fica o ápice da curva. Se você chegar ao lado interno da pista antes de alcançar o ápice, provavelmente entrou muito cedo na curva e sairá pista na saída da curva, a menos que você faça uma correção no seu traçado.

Na verdade, se você não estiver desvirando (endireitando) o volante da área de ápice em diante, provavelmente você entrou muito cedo na curva. Da próxima vez, tente entrar mais tarde nesta curva.

Perceba que dissemos “provavelmente” algumas vezes. Isso é porque há um outro erro que pode provocar o mesmo efeito de ápice precoce e com a consequente saída de pista. Neste caso, o erro está em virar muito abruptamente para dentro da curva. Na verdade, você às vezes pode entrar na curva no ponto exato, mas se você virar o volante muito
rápido e bruscamente, você irá encontrar o ápice mais cedo.

Mais uma vez, assim que você perceber que irá encontrar o ápice da curva mais cedo do que o adequado, comece a fazer a correção aliviando de pressão no acelerador (ou demorando pisar no acelerador), diminuindo o raio da curva e retornando ao traçado correto do ápice em diante, até a saída da curva.

Outro erro bastante comum está entrar com muita velocidade numa curva. O resultado, neste caso, é que você vai passar a maior parte do resto da curva tentando fazer o kart voltar ao seu controle e, obviamente, sua velocidade de saída de curva vai diminuir bastante. Se lhe for dada a opção – e na maioria das vezes você tem essa opção – é melhor entrar relativamente lento nas curvas, saindo delas mais rapidamente.

Tendo dito isso, é bom lembrar que outro erro, apesar de não tão comum, acontece quando o piloto reduz demasiadamente a velocidade do kart na entrada da curva. O resultado é que a sua velocidade de curva será relativamente lenta e, tão cedo, ele não irá recuperar a velocidade perdida. Em outras palavras, ele perdeu muito impulso e terá
dificuldade para recuperá-lo.

Para qualquer erro que você fizer – e você fará vários – procure minimizar seu efeito tão rápido quanto possível… e aprenda com isto. Isso não significa dar excessiva importância ou perder tempo com ele – não há nenhuma vantagem em ficar pensando no erro cometido na Curva Dois enquanto você está se encaminhando para a Curva Três. Mas pense no erro cometido assim que você parar, tentando descobrir o que aconteceu;
por que você cometeu o erro (você estava distraído? perdeu sua concentração? estava tentando uma técnica nova ou aproximação?); o que você pode aprender disto (talvez este traçado pudesse funcionar quando estiver ultrapassando alguém); e como você pode assegurar que não irá acontecer novamente (use um melhor ponto de referência para a entrada da curva, por exemplo).

Cometer erros não é algo ruim, desde que você os use para aprender e melhorar sua pilotagem.

Aprendendo a Pista

Aprender o traçado de uma pista não é algo difícil, desde que você tenha um plano. Tentar sair pela pista e aprender tudo de uma vez é difícil; impossível, quem sabe. Para a maioria das pessoas, a memória não é capaz de reter tudo de uma vez. Ou seja, você precisa de um plano, de uma estratégia, para aprender o traçado de uma pista.

A estratégia que recomendamos, para qualquer pista, é focar o aprendizado na seguinte ordem:
• o traçado da pista
• as saídas de curva
• as entradas de curva

Sua maior prioridade é aprender o traçado da pista, porque até que a pilotagem no traçado ideal se torne um hábito, você levará um bom tempo tentando aumentar sua velocidade. Dessa forma, treine duro para achar o traçado ideal, lembrando-se de que as curvas que conduzem a retas são as mais importantes, que as curvas ao término de retas são as segundas mais importantes e que as curvas que conectam outras curvas são as
menos importantes. Para fazer isso, comece pilotando todas as curvas com entradas e ápices muito tardios. Com cada volta, altere sua pilotagem, antecipando mais e mais sua entrada e ápice, até que você sinta que poderá ficar sem espaço na saída da curva. Então, ajuste seu traçado para uma entrada ligeiramente mais tardia.

Sua próxima prioridade será maximizar sua velocidade de saída de curva. Isso significa trabalhar para começar sua aceleração mais e mais cedo. Sua meta é chegar na reta tão rápido quanto for possível. Lembre-se, é sempre mais fácil de passar seus competidores na reta que nas curvas e que você deve fazer todo o possível para maximizar sua velocidade na reta.

Finalmente, trabalhe em levar tanta velocidade quanto for possível para dentro das curvas. No entanto, se seu aumento de velocidade de entrada de curva começar a prejudicar sua velocidade de saída para uma reta, reduza a velocidade de entrada. A velocidade de saída sempre tem prioridade sobre a velocidade de entrada de curvas que levam a retas.

Uma coisa você realmente deveria fazer para lhe ajudar a aprender um traçado de uma pista é caminhar nela – não importando quantas vezes você já pilotou nessa pista. Há coisas (pontos de referência, irregularidades da superfície da pista, etc) que você só pode notar a caminhando lentamente. Alguns pilotos só caminham numa pista antes da primeira vez que irão pilotar nela… e depois nunca mais o fazem novamente. Acreditamos que é tão importante – talvez até mais importante – caminhar numa pista depois de você já ter pilotado nela. A idéia é reforçar o que você viu em velocidade, mas agora em um ritmo onde você pode realmente buscar os detalhes.

 

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM FREEKARTING – DF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s