Hamilton: Duvidar do título seria “sinal de fraqueza”

Britânico não perde as esperanças mesmo em momento difícil: “acho que temos potencial neste carro”

Lewis Hamilton crê que seria um “sinal de fraqueza” acreditar que a Mercedes não tem um carro capaz de ajudá-lo a garantir seu quinto título de Fórmula 1 neste ano. Ele conseguiu apenas o quinto lugar no GP do Canadá no último final de semana, tendo terminado em terceiro na corrida anterior em Mônaco.

O rival da Ferrari, Sebastian Vettel, assumiu a liderança do campeonato com a vitória em Montreal.

f1-australian-gp-2018-lewis-hamilton-mercedes-amg-f1-at-the-drivers-paradeFoto Divulgação

Quando perguntado se tinha preocupações de que o carro da Mercedes não era bom o suficiente para conseguir outro título, ele disse: “eu não deixo isso entrar em minha mente, não. Esse seria o primeiro sinal de fraqueza, e minha mente não é fraca”.

“Eu ainda estou aqui para vencer, eu ainda acredito que podemos vencer. Tenho total confiança em meu pessoal e estou colocando essa energia para eles.”

“Se você pensar em tênis, golfe, ou qualquer outra coisa… no tênis, se você olhar através da rede e pensar: ‘eu posso perder’, você já perdeu.”

“Não importa onde eu comece no grid, não olho para nenhum piloto e penso: ‘eu posso perder para essa pessoa’. Eu fico tipo: ‘como eu posso vencê-los? Como posso ser melhor?’ E vou continuar fazendo isso até morrer.”

Hamilton reconheceu que a Mercedes não pode mais alegar ter o melhor carro do grid.

“Acho que temos potencial neste carro. Espero que, quando vocês estiverem escrevendo notícias, eu pense que no ano passado havia ‘Mercedes tem o melhor carro’ e todas aquelas coisas diferentes.”

“Você provavelmente não deveria estar escrevendo isso agora, porque nós não estamos sempre superando os outros. Tudo está muito próximo. As Red Bulls estão junto conosco de vez em quando e a Ferrari tem sido até agora a mais consistente. Mas há muitas corridas por vir.”

“Estes motores têm que percorrer um longo caminho. Haverá coisas acontecendo. Não sabemos o que nem quando.”

Hamilton, agora atrás de Vettel por um ponto, disse que está apoiando sua equipe de maneira incondicional.

“Estou muito orgulhoso do meu pessoal aqui, eles estão continuamente trabalhando duro, dando o máximo. É definitivamente difícil quando você sente que fez tudo certo e não obteve o resultado.”

“Cada pessoa dentro da equipe sente a dor, mas nós ganhamos e perdemos juntos, então é só levantar uns aos outros, puxando juntos.”

“Ainda há um longo caminho a percorrer. Há dias bons e dias ruins pela frente.”

“Não podemos adivinhar quando eles vão ser, mas tudo o que podemos fazer é tentar nos preparar o melhor que pudermos para tentar minimizar os maus dias, as perdas e aproveitar os grandes dias.”

Por: Adam Cooper, F1 Reporter

Disponível em: br.motorsport.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s