Vettel: “Não preciso motivar a equipe, eles me motivam”

Sebastian Vettel falou sobre como ele enfrentará as últimas seis corridas da temporada e como os contratempos afetaram a ele e Ferrari

Faltam seis corridas para o fim da temporada e Sebastian Vettel está a 40 pontos de distância do líder Lewis Hamilton, que está em sua melhor forma. No entanto, o alemão não desiste e diz que continua vendo opções para o tão esperado pentacampeonato.

O GP da Rússia será a primeira oportunidade de reduzir essa distância, embora a F1 chegue a um circuito dominado pela Mercedes.

“Estamos atrás e temos que nos recuperar e manter vivas as opções. Esse é o nosso objetivo. A melhor maneira de fazer isso é para terminar na frente, e espero que na frente de todos. Isso é o que tentaremos, de modo que o plano não muda. Temos que dar tudo e ainda acredito que temos a oportunidade”.

f-1-LFoto Divulgação

Se Vettel terminar as seis corridas restantes em primeiro lugar, será campeão o quer que Hamilton faça, mas o piloto da Ferrari garante que se concentra no curto prazo e não em tudo o que está por vir.

“Acho que temos uma boa chance. Houve corridas que deveríamos ter vencido e não fizemos, e outras que vencemos sem esperar vencer. Você nunca sabe o que vai acontecer e tudo é possível.”

“Não penso em vencer as seis corridas. Em primeiro lugar, o meu objetivo é ganhar aqui, e depois passar para a próxima e assim por diante. Não acho que tenha muito sentido pensar em cinco ou seis corridas que temos pela frente. Eu acho que é muito melhor você focar no momento que tem na frente, e agora é o primeiro treino livre.”

Vettel teve momentos complicados e desde meados de julho, quando liderava o campeonato, parece ter perdido suas opções pouco a pouco. No entanto, ele está orgulhoso do apoio recebido pelos torcedores e agradece a equipe por ajudá-lo a elevar sua moral.

“Obviamente, algumas corridas não saíram como eu queria. Os caras da equipe têm tido uma temporada difícil, mas para ser honesto foi muito encorajador voltar para a garagem, inclusive depois de corridas e resultados decepcionantes, e ver que todos eles estavam muito motivados e me dizendo coisas boas.”

“Isso significa muito para mim. Me ajudou a superar esse tipo de corrida, e eu também tenho que mencionar a energia positiva que recebi de fora, dos fãs. É realmente muito bom receber comentários positivos em momentos em que esperava provavelmente coisas negativas. Mas não precisei ir ao time e dizer a eles que mantivessem a cabeça erguida, em todo caso, foi o contrário, e eles se saíram bem”, concluiu.

skysports-sebastian-vettel_4402215Foto Divulgação

Por: Jose Carlos de Celis
Traduzido por: Daniel Betting
Disponível em: br.motorsport.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s